Os 20 princípios que todos os treinadores de animais devem conhecer

Traduzido pelo autor e Nor Abrantes (from the original in English “The 20 Principles All Animal Trainers Must Know“).

com os suplementos “Mais 16 princípios para o treinador avançado” e “Melhor prática”

"Os 20 princípios" cover

“Os 20 princípios que todos os treinadores de animais devem conhecer”

É a primeira vez que um livro meu, se bem que pequeno, aparece traduzido em português. É para mim razão de contentamento poder oferecer ao meus leitores um livro na língua dos meus ancestrais.

Este livro é um livro de ciência; não é um livro de moral ou ética. Tudo o que encontrará aqui não reflete uma atitude moral, uma escola de pensamento, nem a minha opinião pessoal. Eu dou-lhe o que a ciência descobriu e sabe sobre a aprendizagem animal tão objetivamente como possível. Cabe a si decidir se intende usar um processo ou outro, formar a sua própria “melhor prática,” resolver os seus conflitos éticos e desenvolver o seu estilo pessoal.

Como sempre, irei corrigir e melhorar este livro assim que descobrir erros ou melhores modos de expressão. Aconselho-o, portanto, a voltar regularmente a esta página.

Esta é a primeira edição.

Espero que passe umas boas horas com a sua leitura.

R—

PS—Este livro é grátis para ler no seu computador online. Por favor, não me peça para adicionar a possibilidade de o imprimir; por muito que goste de livros, também gosto muito das árvores do nosso planeta. Estamos a planear versões para iPad e Kindle para breve.

Clique o “full-screen view icon” para uma melhor leitura. Zoom in and out como deseja.

 

Sorry, this book is no longer available here. Please, visit Ethology Institute’s Online Bookstore.


Related articles

Campo de treino de porquinhos da Índia

Bem-vindo ao campo dos porquinhos da Índia!

Gosta de trabalho de detecção e de agility e acha fascinante o trabalho dos “Hero Rats” que detectam minas terrestres e tuberculose? Gostaria de aprender pormenores que o poderiam ajudar a tornar-se um melhor treinador de animais? Não irei ensinar-lhe a treinar um cão de policia ou um rato de detecção—o que é reservado aos profissionais nessas áreas—mas ensinár-lhe-ei a treinar um porquinho da Índia a detectar tabaco e pólvora e habilidades de agility.

Police guinea pig

Porquinho da Índia policial? Ainda não, mas quem sabe! Poderá ser o treinador do primeiro porquinho da Índia detector de tabaco e pólvora.


Que benefícios terão treinadores de cães em treinar porquinhos da Índia?

Treinar cães é fácil comparado com treinar outras espécies devido à relação especial que temos com o cão. O cão tende a ignorar a maioria dos nossos erros e dá-nos uma segunda oportunidade. Os animais que não têm a mesma relação intima connosco são bem menos flexíveis, o que implica que devemos ser mais exactos, planear bem o nosso treino, desenvolver a nossa capacidade de observação e ter um plano B à nossa disposição. O treino dos porquinhos da Índia contribuirá para melhorar o seu poder de observação; ensinar-lhe-á a estar mais atento a pormenores e mais receptivo a feedback do animal que treina.

Treinar porquinhos da Índia tem várias vantagens. Uma deriva do facto da sua relação com este animal não ser tão forte como a que tem com o seu cão; em princípio, será mais objectivo do que no seu treino de cães. Não terá, também, criado hábitos maus porque o treino de porquinhos da Índia será uma área nova para si. Não se identificará com o porquinho da Índia do mesmo modo como os donos de cães se identificam com os seus cães; e os erros do seu porquinho da Índia não serão embaraçosos para si.

Treinar porquinhos da Índia melhorará o seu conhecimento teórico assim como a sua mecânica em aplicar os princípios de aprendizagem. Ficará surpreendido com a capacidade de aprendizagem deste animal!


Guinea Pig, Cavia porcellus, also called Cavies.

O porquinho da Índia, Cavia porcellus, é um animal social. A sua vista não é tão boa como a nossa, mas possui bons sentidos de audição, olfacto e tacto.


Os porquinhos da Índia e as equipas

Cada equipa consiste num porquinho da Índia e três participantes, que terão à sua disposição uma mesa de treino, equipamento de agility e detecção, comida para reforços e um apito ou clíquer. Cada participante funcionará, em turnos, como treinador, observador e operador de câmara. O treinador treina, o observador registra a sessão e confere que o treino segue o plano de acção prèviamente desenhado e o operador de câmara filma a sessão. Todos os três aplicam o mesmo plano de acção anteriormente desenhado em detalhe; não existirá, assim, problema nenhum a serem três treinadores a treinar o mesmo animal. Os métodos aplicados pelos três companheiros de equipa serão consistentes, mas caso ocorram variações, serão um bónus e a nossa possibilidade de comparar factores que possam influenciar os resultados—por isso a razão de filmarmos as sessões.

Um dia no campo de treino

Um dia começa às 10 e termina as 18 horas. O almoço será entre as 13 as 14 horas. As equipas decidem quando tomar o almoço.

Aproximadamente 60% do curso será trabalho prático com os restantes 40% dedicados ao desenho de planos de acção, estudo de filmes e briefing/debriefing.

O número máximo de participantes é trinta (dez equipas).

Pré requisitos

É obrigatório a leitura de “Os 20 princípios que todos os treinadores de animais devem conhecer.” Clique link para ter acesso (disponível em breve).

Guinea Pig: vocalization is their primary means of communication.

A vocalização é o primeiro meio de comunicação do porquinho da Índia. No nosso campo aprenderá a distinguir entre os diversos sons.


Preço

O nosso objectivo é dar a todos os interessados a possibilidade de participar, o que se reflecte nos baixos preços que seguem: EUR 395 (na Europa, excepto Portugal EUR 295), USD 495 (nos EUA), AUS 495 (na Austrália), CND 495 (no Canadá) e JPY 44,500 (no Japão). Este preço não inclui acomodação, transporte e refeições.

Os organizadores poderão ser obrigados a ajustar ligeiramente os seus preços devido a condições locais (visite, por favor, as suas respectivas páginas na web).

Datas, locais e registro

Para se registrar, contacte por favor o organizador da sua escolha.

Até breve

O nosso campo de porquinhos da Índia não se pode contar, tem que ser vivido. É espantoso o quanto estas pequenas e mimosas criaturas conseguem aprender e quanto o nos conseguem ensinar. Não se preocupe: se se apaixonar pelo seu porquinho da Índia, poderá levá-lo para casa depois do curso—quer dizer, se os seus companheiros de equipa o permitirem).

Nos campos dos porquinhos da Índia é tudo sobre aprendizagem, desfrutar de bom trabalho de equipa e divertir-se.

Roger Abrantes